Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Saudades, Secretaria da Saúde, Dengue
Administração Municipal reitera a importância da limpeza dos terrenos baldios para evitar possíveis focos da Dengue

Publicado em 07/04/2021 às 17:26 - Atualizado em 07/04/2021 às 18:06

O objetivo principal da ação é eliminar os criadouros do mosquito aedes aegypti, transmissor de doenças como: dengue, zika vírus e Chikungunya.

 

Conforme levantamento efetuado recentemente pelo departamento de endemias, atualmente o Índice de Infestação Predial (IIP)- é de 1,5%, ou seja, de cada 100 imóveis 1 e meio tem pelo menos 1(um) criadouro do mosquito Aedes aegypti, colocando Saudades-SC na classificação de Município com Médio Risco de infestação.

 

Vale destacar que a dengue é uma doença séria e que pode matar, por isso é preciso que toda a população participe no combate ao mosquito, mantendo os quintais sempre limpos e livres de recipientes que possam acumular água e servir como criadouro.

 

Conforme salientou o Secretário da Administração, Márcio Otair Hart, estão sendo emitidas notificações aos proprietários e/ou responsáveis de terrenos baldios com o principal objetivo de conscientizar.

"É muito importante que os proprietários se sensibilizem frente à situação que enfrentamos. Trata-se um trabalho de recuperação, prevenção e promoção da saúde. Combatendo os focos do mosquito da dengue, eliminamos, inclusive, possíveis criadouros de ratos e demais espécies peçonhentas, evitando, além da dengue, a proliferação de outras doenças, como a leptospirose, por exemplo, além de contribuir na manutenção da limpeza da cidade, tornando-a muito mais segura e bonita”.

 

É vital que as pessoas participem das ações de prevenção e façam a sua parte no combate às endemias, não acumulando lixo em seus terrenos, em espaços públicos ou terrenos baldios.”

 

Áreas com acúmulo de lixo ou possíveis focos do mosquito da dengue podem ser denunciados pela Ouvidoria e SK SOLICITA, no site da Prefeitura Municipal.

 

 

A doença

 

Os sintomas da dengue incluem febre alta, dor no corpo, dor nas articulações, dor de cabeça e dor atrás dos olhos, além de manchas pelo corpo em alguns casos. O método mais eficaz para evitar a contaminação é impedir a circulação do mosquito.

 

Evite o mosquito transmissor da dengue:

 

 

  • Encha de areia, até a borda, os potes e os vasos de plantas;
  • Não deixe a água da chuva acumular em recipientes;
  • Mantenha tampados tonéis e barris de água;
  • Guarde garrafas de cabeça para baixo;
  • Recolha seus resíduos;
  • Use repelente;
  • Utilize inseticida em locais escuros (perto do chão e proximidades de piscina);
  • Atenção às piscinas, especialmente as de plástico.
  • Eliminar recipientes inservíveis como latas, materiais descartáveis, cascas de ovos, tampas de garrafas e outros;   
  • Manter vedados caixas d’água, poços, cisternas, tanques, tambores e outros reservatórios de água;
  • Conservar canaletas e calhas desobstruídas;                                                                                                
  • Não deixar restos de materiais de construção ao ar livre, com risco de acúmulo de água das chuvas;
  • Proteger ralos e ladrões de caixas d’água com telas;                                                                                          
  • Lavar e escovar bebedouros de animais, no mínimo, 1 (uma) vez por semana;
  • Armazenar, em locais cobertos, materiais que possam acumular água, pois eles podem servir de criadouros do mosquito transmissor da dengue.